O envelhecer na sociedade atual

por Maria Alves de Toldedo Bruns

A embriaguez da rapidez atinge todas as instâncias . A indústria cultural, a virtualidade dos meios de comunicação, a atualização do consumo se apropriam, de modo nunca visto, de recursos visuais, estratégias de marketing, mensagens subliminares para veicularem e demarcarem a desconstrução de rígidos valores morais, religiosos, sexuais e estéticos.

São valores que se materializam em práticas sociais flexíveis e plásticas, cuja efemeridade deixa perplexos não só os mais jovens. Todos nós, adultos de todas as idades somos lançados a mil e uma armadilhas travestidas de slogans libertários, que nos tornam, assim, presas fáceis do consumismo desenfreado que ora vivenciamos. [leia o artigo completo clicando aqui]

<Página anterior